Solução de problemas para rosqueamento

Solução de problemas

Problemas Observações Causas Soluções
Baixa precisão da rosca. Roscas não se acoplam. Instalação de ferramenta incorreta.
Regule a altura do centro do inserto para 0 mm.
Verifique a inclinação do suporte (Lateral).
Rosca rasa. Profundidade de corte incorreta. Modifique a profundidade de corte.
Baixa resistência do inserto ao desgaste e à deformação plástica.
Verifique "Desgaste rápido da aresta de corte." e " Deformação plástica acentuada." abaixo.
Acabamento superficial ruim. Superfície danificada. Cavacos enrolam-se durante usinagem ou ficam incrustados na peça. Modifique para avanço de flanco e controle a direção do fluxo de cavacos.
Utilize insertos com quebra-cavacos 3-D, classe de tolerância M.
A lateral da aresta de corte do inserto interfere na peça. Verifique o ângulo de hélice e selecione um calço adequado.
Superfície com fissuras. Aresta postiça. Aumente a velocidade de corte.
Aumente a pressão do fluido refrigerante.
Resistência ao corte excessiva. Diminua a profundidade de corte por passe.
Superfície vibrada. Velocidade de corte excessiva. Diminua a velocidade de corte.
Fixação inadequada da peça ou da ferramenta. Verifique novamente a fixação da peça e da ferramenta
(Pressão da placa, folga na fixação).
Instalação de ferramenta incorreta. Regule a altura do centro do inserto para 0 mm.
Vida da ferramenta muito curta. Desgaste rápido da aresta de corte. Velocidade de corte excessiva. Diminua a velocidade de corte.
Excessivo número de passes causa desgaste por abrasão. Reduza o número de passes.
Baixa porfundidade de corte no último passe. Não repasse o corte na profundidade de 0 mm. Recomenda-se usinagem com profundidade maior que 0.05 mm.
Desgaste não uniforme das arestas de corte esquerda e direita. Ângulo de hélice da peça não coincide com inclinação da ferramenta. Verifique o ângulo de hélice da peça e selecione um calço adequado.
Lascamento e fraturas. Velocidade de corte muito baixa. Aumente a velocidade de corte.
Resistência ao corte excessiva. Increase the number of passes and decrease the Aumente o número de passes e diminua o esforço de corte por passe.
Fixação instável. Verifique a deflexão da peça.
Diminua o balanço da ferramenta.
Verifique novamente a fixação da peça e da ferramenta
(Pressão da placa, folga na fixação).
Obstrução por cavacos. Aumente a pressão de refrigeração para um melhor escoamento dos cavacos.
Modifique os passes para controlar os cavacos.
(Aumente cada passe para que o fluido refrigerante remova os cavacos)
Modifique o avanço interno convencional para retrocesso, evitando que os cavacos se emaranhem.
Peças sem chanfro elevam a resistência ao corte no início de cada passe. Chanfre as faces de entrada e saída da peça.
Deformação plástica acentuada. Altas velocidades de corte e temperaturas excessivas. Diminua a velocidade de corte.
Falta de refrigeração. Verifique se a refrigeração é suficiente.
Aumente a pressão do fluido refrigerante.
Resistência ao corte excessiva. Aumente o número de passes e diminua o esforço de corte por passe.
Página principal